Arquivo de etiquetas: literatura

O Veneno Solitário #7 — © Frederico Mira George

O Veneno Solitário #7 Villa de Collares Largo dr. Carlos França Dia 9 de Outubro de 14 {Salão Literário «Colares Velho» «Mesa Dom Carlos I», Quinta-feira} Sétimo Esgalhos rúbido — e muitos ocre —, frondes de azevinho precoce arruinado na … Continuar a ler

Publicado em O Veneno Solitário | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

O Veneno Solitário #6 — © Frederico Mira George

O Veneno Solitário #6 Mucifal Dia 8 de Outubro de 14 Travessa do Povo {Café «C. da C.», Quarta-feira} Sexto {«“[…] Porém eu vi no chão suja e calcada A transparente anémona dos dias […]” “[…] E em vão busco … Continuar a ler

Publicado em O Veneno Solitário | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

O Veneno Solitário #4 — © Frederico Mira George

O Veneno Solitário #4 Várzea de Colares, Dia 5 de Outubro de 14 Largo António Nunes Rodrigues Caruna Molhe da Ribeira {Café «C.da V.», Domingo} Quarto {Em presença de Dom António Dinniz de Ayalla, de Dona Júlia de Souza e … Continuar a ler

Publicado em O Veneno Solitário | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Aqui Começa o Atlas #19 — © Frederico Mira George

AQUI COMEÇA O ATLAS #19 Villa de Colares, Dia 27 de Setembro de 14 {Manhã de uma poderosa trovoada de Outono} Largo dr. Carlos França {Salão Literário «“Colares Velho„, “Mesa ‘Dom Carlos I’„», Sábado} Décimo nono Primeiro sono plenário e … Continuar a ler

Publicado em Aqui Começa o Atlas — Poemas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Aqui Começa o Atlas #18 — © Frederico Mira George

AQUI COMEÇA O ATLAS #18 Villa de Colares, Dia 25 de Setembro de 14 Largo dr. Carlos França {Salão Literário «Colares Velho», Décimo oitavo {«Toma-se dúzia e meia de pêssegos, descascam-se, cortam-se em bocados e põem-se a cozer em água … Continuar a ler

Publicado em Aqui Começa o Atlas — Poemas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Aqui Começa o Atlas #17 — Frederico Mira George

AQUI COMEÇA O ATLAS #17 Várzea de Colares, Dia 24 de Setembro de 14 Largo António Nunes Rodrigues Caruna Molhe da Ribeira {Café «C.da V.», Terça-feira} Décimo sétimo {«… para cada um que começa a chorar, em algum sítio, outro … Continuar a ler

Publicado em Aqui Começa o Atlas — Poemas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Aqui Começa o Atlas #9 © — Frederico Mira George

AQUI COMEÇA O ATLAS #9 Várzea de Colares, Dia 15 de Setembro de 14 Molhe da Ribeira {Café «C.da V.», Segunda-feira} Nono Creio que é possível saber o tempo como um rubusto piano-forte em armário. Desprender aparições em sete oitavas … Continuar a ler

Publicado em Aqui Começa o Atlas — Poemas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário