Arquivo da Categoria: ÚLTIMA HORA — Poemas

ÚLTIMA HORA — Poemas — ©  Frederico Mira George

Segundo {Quais des Orfèvres — Rua Áurea — Aller et Retour} Amanheci em Lisboa no final da segunda metade dos anos oitenta, Viajei para o rever, voltei e tenho estado à espera, acaba de chegar. Mantém a figura que lhe … Continuar a ler

Publicado em ÚLTIMA HORA — Poemas | Etiquetas , , , , , , , , | Publicar um comentário

ÚLTIMA HORA — Poemas © Frederico Mira George

Primeiro Poemas de Konstandinos, trago-os presos às têmporas. Desejava muito, muito, esconder-me num lentíssimo transporte. Embarcar aqui e demorar-me por meses adentro  do deserto egípcio, navegar até estar muito cansado  e quando já não aguentasse o cansaço, quando estivesse a … Continuar a ler

Publicado em ÚLTIMA HORA — Poemas | Etiquetas , , , , , , , | Publicar um comentário