ESTEGANOGRAPHIAS #20 — © Frederico Mira George

Fim da primeira parte

ESTEGANOGRAPHIAS #20
Novos Poemas

Colares
Dia 31 de Agosto de 14
Dia 1 de Setembro de 14
Rua da Arreja
Largo dr. Carlos França
{Café Operário «Flor da Villa»,
Café–Salão «Colares Velho»
Segunda-feira, Terça-feira}

Vigésimo
{«The Last Waltz»}

Nobilíssima tarde transcorrendo ao luzeiro
dos inícios d’Agosto. Naquele cume cruzeiro* de rochas
— geometria vertical do fim da Terra —, fui incapaz
da vertigem essencial à adoração do oceano. Tivesse eu
génio e do antigo ímpeto feliz de riscar, o espantoso
radiante teria ficado gravado em retrato: Uma cadeira
sem rédea, roteando ocidental.

*
Cruzeiro:
«Cruz grande de pedra ao ar livre. Serviço do navio que percorre o mar em vários sentidos. Parte da igreja que separa a nave central da capela-mor. Marcado com cruz. Que tem cruz. Que cruza.

12h51m
Frederico ‘W George

Anúncios

Sobre Frederico Mira George — «Caixa Negra III»

Frederico Mira George: Escritor, Realizador/Autor/Locutor de Rádio, Artista Plástico
Esta entrada foi publicada em ESTEGANOGRAPHIAS — Novos Poemas com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s