Psicographário Poético #2

Praia das Maçãs
Domingo
Av. António Garcia de Castro, »Café«
12h12m
Psicographário Poético #2

» Se penso poema, penso Hamlet em tudo o contrário.
Desta vez Ele, boiando morto nas águas da comporta,
Ophelia perdida de razões vingando mãe assassinada.
A vingança paterna era d’Ele, rapaz louro, vestido
de malhas e colete de couro. Finjo vê-lo n’água
Com uma enorme saia, a lavar-se no esterco verde da vala.
Suicidado de não se sabe o quê, nem homem nem fêmea,
Só loiro, pequeno, ardido, a ir-se no amor redondo.

Meu anjo morno, que jazes a um arbusto, expulso do crânio,
Da personagem, usurpado de do actor,
Nem homem nem fêmea, só morto, só quente. Só Hamlet,
Só versos mudos, só pedras d’ardor, só sob o muro de Elsinor. «

Frederico ‘W George, escreveu, 12h45m

Anúncios

Sobre Frederico Mira George — «Arte»

Frederico Mira George: Escritor, Artista Plástico, Podcaster
Esta entrada foi publicada em »Psicofraphário Poético« - Frederico 'W George. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s