Poema número 39

Poema número 39

Praia das Maçãs
Dia 3 de Setembro de 2013
Terça-feira, 10h25m – 13h05
{Café “Chitas”}

“Mensagem”

Disse ele que o sonho é ver as formas
Invisíveis da distância imprecisa. O Velho
Vivia destas máximas coisas. Ansiava buscar
O Rosto de todas as Aves e de todas as Árvores
E de todas as Praias, naquela linha do horizonte
A que chamou ‘fria’. Esperou muito do Mar,
Este Velho ébrio com os beijos da Verdade.

Anúncios

Sobre Frederico Mira George — «Arte»

Frederico Mira George: Escritor, Artista Plástico, Podcaster
Esta entrada foi publicada em «Um Fósforo na Mão» - Narrativas & Outros Poemas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s