Poema número 33

Poema número 33

Praia das Maçãs
Dia 28 de Agosto de 2013
Quarta-feira, 10h14m – 11h25m
{Café {Chitas}

O nevoeiro da Serra ao embater na espuma da maré
Vazia, provoca convulsões ao céu, e aparições de
Marinheiros despidos a flutuar. Dizem obscenidades
Aos banhistas até os corar. E excitados por dentro
Dos finíssimos fatos-de-banho, Como os envergonha O
Falo erecto que não usam nas mulheres a que dizem
Amor. Tanto desejo íntimo e secretíssimo de copular
Naqueles marinheiros angélicos feitos de humidade

Anúncios

Sobre Frederico Mira George — «Caixa Negra III»

Frederico Mira George: Escritor, Realizador/Autor/Locutor de Rádio, Artista Plástico
Esta entrada foi publicada em «Um Fósforo na Mão» - Narrativas & Outros Poemas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s