Poema número 29

Poema número 29

Portela de Cintra
Dia 24 de Agosto de 2013
Sábado, 13h18m –
{Café “D.C.”- Av. do MFA}

Trago os dentes definitivamente encerrados.
Em cada osso bocal pirogravado, um
algarismo. Quarenta e três dentes caligrafados
Formando um ábaco. E na língua, vertical,
Corre uma lâmina, cortador-de-diamante.

Anúncios

Sobre Frederico Mira George — «Arte»

Frederico Mira George: Escritor, Artista Plástico, Podcaster
Esta entrada foi publicada em «Um Fósforo na Mão» - Narrativas & Outros Poemas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s